Como realizar o divórcio

Há dois procedimentos distintos para a realização do divórcio: extrajudicial (cartório) e o judicial.Se houver consenso (acordo) entre as partes em relação à partilha de bens e inexistindo filhos menores e/ou incapazes, a opção pela realização do divórcio no cartório é a ideal: é rápido (um dia), barato e menos traumático. A presença do advogado é necessária.

Lado outro, o divórcio SEMPRE deve ser realizado em juízo caso haja filhos menores e/ou incapazes, ainda que as partes estejam de acordo em relação a todos os termos.

Por fim, caso haja discordância entre as partes, o divórcio deverá ser realizado em juízo.

A dissolução de um casamento e de uma família são momentos dolorosos. Cabe ao advogado atuar com diligência, esgotando todos os meios possíveis para alcançar uma composição amigável entre seus clientes.

Dra. Renata Aleixo

Advogada graduada pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - PUCMINAS.

Pós Graduação em Direito Processual pelo IEC-PUCMINAS.

Mestranda em Direito Processual pela PUCMINAS.
Facebook
Facebook
Instagram
Google+
http://www.aleixoadvocacia.com.br/como-realizar-o-divorcio/">
YOUTUBE